sábado, 5 de junho de 2010

You don’t have to run away

Dos problemas que parecem enormes
Das cobranças, dos medos ou desconfiança
Não tem que estar tudo nos conformes
Nem todo o mundo serve para usar aliança

Diz-me que não queres mais ficar
Que acabou o tesão, a paixão, a ilusão
Não sei entender que não saibas amar
Mas vou receber de volta o meu coração

Não precisas de correr nem de te esconderes
Enquanto me envolvias na tua teia do amor
Fingi que te dava sobre mim todos os poderes
Mas fiquei com alguns, como o de fugir da dor

Recuso-me a sofrer quando já estás noutra
Deixo-te ir sem magoas nem ressentimentos
A vontade de te amar está longe de ser pouca
Mas ainda te expulsarei dos meus pensamentos

Não tens que correr porque ainda não sabes
Se te vou por de lado nessa minha nova fase
Não sei ainda dizer se a tua amizade cabe
Pois pode ser que as coisas mudem e eu case

Não precisas de ir para muito longe de mim
Só porque eu não vou me desfazer por ti
Meu coração vai ter novo chip e novo pin
Assim que o actual resolver que quer partir

Assim parece que não te amo, eu sei
Mas a verdade é que me amo mais ainda
Deitada ontem a teu lado no sofá,pensei
O que vai ser de mim se o nosso amor finda?

Pensei em como eu era antes de te conhecer
Lembrei-me daquele primeiro beijo roubado
Da entrega apaixonada sem resistência oferecer
Daquela primeira noite de intenso pecado

Sei que se partires meu navio vai a pique
Vou-me afundar, tocar no fundo do oceano
Mas não vou me ajoelhar e pedir que fiques
Junto a mim por mais alguns dias do ano

Não precisas de facto de tentar correr
Para ver se não te arrasto comigo para o fundo
Hei de sobreviver , nadar, o mar vencer
Construir dia a pós dia, de novo o meu mundo

Por isso, You don’t have to run away, baby
Cause I know how to be by myself, fine
you don't have to be afraid of gray days
because i'll never stop to shine

Um comentário:

Nig d' Alva disse...

gostei, mana...profundo hein? retrata msm qd se termina uma relação...